México: Parque Xcaret e Playa del Carmen

A segunda excursão que fizemos no México foi ao Parque Xcaret.

Xcaret, México 2019

Achava que era um valor absurdo para visitar um simples jardim zoológico. Mas… também neste caso estava errada, pois é muito mais do que isso.

Tem experiências brutais, tais como fazer snorkeling, nadar com tubarões-gato, ver tartarugas bebés a nascer, entrar numa ala cheia de borboletas onde elas pousam em nós, visitar um oceanário, entrar numa ala com uma enorme variedade de espécies de aves, completamente soltas – sim, não é como no nosso jardim Zoológico, onde estão enjauladas.

Por isso, vale mesmo muito a pena.

Rio do Xcaret

Podemos fazer a nado os 600 metros do rio e, passar por debaixo do tecto de cristais cheio de morcegos enquanto nadamos é simplesmente mágico.

Visitámos todas as actividades e almoçámos num dos buffets disponíveis. Existem vários restaurantes buffets, variando no tipo do comida.

Flamingos no Xcaret, México
Cemitério do Xcaret

Adorei visitar o Xcaret e aconselho a toda a gente a fazê-lo. No nosso caso, como fomos no Dia de Los Muertos, tivemos a sorte do parque estar todo enfeitado com caveiras mexicanas, velas e altares cheios de flores em homenagem aos familiares que já partiram.

Pinturas do Dia dos Mortos, Xcaret

Para além de todas as atracções de que o parque dispõe – algumas pagas à parte – existe também o espectáculo das 18h às 20h15 sobre toda a história da Civilização Maya.

O Parque dispõe também de uma app – que podem descarregar gratuitamente – , que vos informa dos horários de todas as atracções e vos mostra o mapa do parque.

O Tecto de Cristais, visto do rio, Xcaret
Zona de Snorkeling, Xcaret
Ala das Aves, Xcaret
Ala das Borboletas, Xcaret
Oceanário, Xcaret

Voltámos para o Resort por voltas das 21h cheios de pressa, uma vez que o Buffet principal encerra às 22h. Mas chegámos a tempo de jantarmos. Ufa!

Nachos e Guacamole, Blue Bay Grand Esmeralda

O Resort conta com o Buffet principal, o buffet da praia e o snack-bar – aberto 24 horas – onde também podíamos comer tostas ou pizzas, e alguns restaurantes: mexicano, asiático, italiano, entre outros. Estes últimos, apenas se encontravam abertos ao jantar e sob marcação prévia.

Jantámos uma vez no Mexicano, uma vez no Italiano e uma vez no Asiático. Nos restantes dias jantámos no Buffet Principal.

O restaurante que mais gostei foi o Mexicano, onde comi umas espetadas de camarão simplesmente deliciosas acompanhadas com um “risotto de Queso Oaxaca y Cilantro”, que estava de comer e chorar por mais. Em quase todas as refeições comemos Nachos com Guacamole. Delicioso, delicioso!

Espetada de Camarões e Risotto (dos Deuses)

Aproveitámos, ainda, para ir à Playa del Carmen no nosso penúltimo dia.

Quinta Avenida, Playa del Carmen
Quinta Avenida, Playa del Carmen

Como nos esquecemos de reservar o autocarro – não nos tínhamos percebido de que era necessário (por isso é que já vos avisei!) -, acabámos por apanhar um táxi do Resort até lá. Pagámos 8€ cada um, pela viagem de ida e volta.

A Playa del Carmen localiza-se na faixa costeira caribenha da Riviera Maya, na Península de Iucatã, no estado de Quintana Roo.

Por lá, aproveitámos para comprar algumas lembranças e passear pela Quinta Avenida, que é uma avenida bastante conhecida que fica paralelamente à praia.

É uma avenida pedestre com imenso comércio, restaurantes e até um centro comercial. Tudo o que irão encontrar é a preços mais elevados, pois é a avenida mais turística da cidade.

Para as vossas compras, dirijam-se à avenida paralela à 5ª Avenida na direcção oposta à da praia. Aí encontrarão Katrinas e Caveiras Mexicanas a preços mais acessíveis.

Quinta Avenida, Playa del Carmen
Playa del Carmen, Riviera Maya

 

 

Depois das compras feitas, aproveitámos para fazer praia e relaxar um bocadinho. Apanhámos novamente o táxi e ainda almoçámos no resort.

Praia del Carmen

Curiosamente os preços das viagens de taxi são tabelados, ou seja, independentemente do tempo e percurso que o taxista fizer, o valor da viagem é fixo. Assim que entramos no taxi sabemos logo quanto vamos pagar pela viagem.

Um guaxinim!!!!

Só me falta dizer-vos que vimos imensas espécies de animais, pelo resort, entre eles: guaxinins e quatis. Como sabem, o meu cão chama-se Meeko, por ser o nome do guaxinim da Pocahontas – o meu filme da Disney preferido. Por isso, podem imaginar como fiquei louca cada vez que via um destes bichinhos fofos.

No dia seguinte fizemos as malas e o check-out. Como o nosso Transfer até ao aeroporto era só às 16h, aproveitámos o último dia na piscina, com alguns períodos de chuva (acho que até o tempo chorou a nossa despedida) e almoçámos tranquilamente.

O resort permitiu, tal como o resort de Punta Cana, que entregássemos as malas e usufruíssemos de todo o resort até à hora da partida. Por isso, guardámos numa mochila a roupa para vestir depois e tudo o que precisávamos para tomar banho e, perto da hora de partida, pudemos ir ao Spa para tomar banho e trocar de roupa. O Spa estava todo equipado com produtos de higiene, toalhas e secadores. Assim, apesar de termos feito o check-out, o resort permitiu-nos usufruir de tudo até à ultima hora.

Um Quatiii

Apanhámos o voo até Madrid, que custou bem menos, uma vez que dormimos quase toda a viagem. Chegando a Madrid, aproveitámos para almoçar no aeroporto enquanto aguardávamos o voo até Lisboa.

Algures no céu

E assim, terminaram as férias de 2019! Ficam dias por gozar, mas vamos aguardar por 2020.

E vocês, já têm viagens planeadas para 2020?

Conselhos/Infos:

  • Se forem “esquisitinhos” como eu com as areias e rochas, levem sapatilhas para a água. Levei para usar no rio do Xcaret e senti-me mais confortável e confiante assim.

Beijo,

Rita.

0 0 vote
Article Rating

Comentar

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments