Basílio: um lanche delisioso

Já todos nós ouvimos falar do Nicolau e, arriscaria até dizer, que já todos ouvimos falar da Amélia – a sua namorada.
Pois bem, eu visitei pela primeira vez, não o Nicolau, não a sua namorada – Amélia, mas o sim o seu primo Basílio.
Ou seja, o Basílio foi o primeiro espaço do grupo que visitei.
Situado na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, o Basílio é um espaço bonito, cheio de plantas, mesas de pedra mármore e mosaicos com padrões distintos.

Continue Reading

Lisbon Under Stars: um espectáculo imersivo

Todos nós achamos chato estar constantemente a receber newsletter, disto e daquilo, na caixa de e-mail. Mas foi graças a uma newsletter da Odisseias que descobri o espectáculo Lisbon Under Stars.
Achei que poderia ser um espectáculo diferente, mas confesso que o que mais me chamou à atenção foi o local escolhido para o fazer: as ruínas da Igreja do Carmo. 

Continue Reading

Eat Tasty: um saboroso serviço de entregas

Hoje fui surpreendida, no trabalho, com um email que informava que a Eat Tasty estava na recepção a entregar refeições.
Não conhecia a Eat Tasty e decidi aproveitar a oferta para provar.
Tinham várias opções de ementa, entre elas: Duo de Empadas (uma empada de polvo e espinafres e outra de Camarão e milho, acompanhadas de batata assada); Chau Min de Carne de Vaca, Arroz de Grelhos com Almôndegas de Alheira; Foccacia, entre outros.

Continue Reading

Rota 94: uma apetitosa descoberta

Na semana passada, tínhamos um jantar de sushi combinado com amigos. Como sabem, o André não gosta de sushi e achei que o deveria compensar por todas as vezes que ele come Yakisobas (Noddles), para que eu me delicie a comer sushi. Então… sondei os amigos para saber que restaurantes serveriam boa picanha (que ele adora) e deram-me duas sugestões: a Picanharia, em Massamá, e a Rota 94, em São Marcos, no Cacém.

Continue Reading

Setúbal: um passeio pela Arrábida

Fim de semana é sinónimo de passeio. No meu caso – Domingo-, uma vez que é o meu único dia de folga.

Exposição de Golfinhos, Setúbal

Assim, no passado domingo, dia 18 de Agosto, decidimos fazer uma tour pela Arrábida e tentar explorar alguns locais que fomos vendo nas redes sociais e tínhamos curiosidade em visitar.

Foi um dia muito bem passado. E por isso, decidi compilar todos os locais visitados e pela ordem mais fácil. Para que não andem, como nós, de trás para a frente, vezes sem conta. AHAHAH

Estacionámos em Setúbal, para almoçarmos o típico Choco Frito. Queríamos ir ao Restaurante Santiago – O Rei do Choco Frito, mas encontrava-se encerrado. Tentámos ir à Tasca da Fatinha, que já contava com uma fila de espera enorme. São os dois restaurantes que conhecemos e gostamos de frequentar. Mas acabámos por ir ao Sabores do Rio e não aconselho, de todo!

Continue Reading

Dublin: uma viagem à Irlanda #3

Spire of Dublin

Dia 19 de Janeiro, terceiro dia em Dublin.

Mais uma vez fomos a pé até à O’Connell Street e percorremos a rua de um lado ao outro, passando pelo Spire of Dublin, um monumento alto, em forma de agulha, com cento e vinte metros de altura. Encontra-se no mesmo local onde outrora existiu um monumento dedicado a Lord Nelson, conhecido como Nelson’s Pillar.

De seguida fomos, de Hop On, Hop Off, até ao Parque Merrion Square, um jardim mais pequeno do que o St. Stephen’s Green, mas igualmente bonito.

Este jardim conta com algumas estátuas, incluindo a de Oscar Wilde, um influente escritor, poeta e dramaturgo britânico, de origem irlandesa. Inicialmente este jardim servia apenas os vizinhos da rua, sendo um jardim privado. Apenas em 1974, se tornou público, com a cedência do terreno à cidade, pelo Arcebispo Dermot Ryan. Hoje em dia, é um jardim aberto a todas as pessoas, onde podemos passear, fazer piqueniques e desfrutar de momentos ao ar livre.

Estátua de Oscar Wilde
Continue Reading

Dublin: uma viagem à Irlanda #2

O’Connell Brigde, Dublin

O segundo dia em Dublin começou cedo. Acordámos, tomámos o pequeno-almoço no hostel – que estava incluído -, enchemos os copos reutilizáveis da Starbucks de chá, para aquecermos as mãos e seguimos caminho.

Dublin Docklands

Fomos a pé até à O’Connell Street e lá apanhámos o Hop On, Hop Off.  Saímos na paragem da Dublin Docklands, seguindo depois novamente a pé até ao The Convention Centre Dublin.

The Convention Centre Dublin
Samuel Beckett Brigde
Continue Reading

Dublin: uma viagem à Irlanda

O’Connell Brigde e a Estátua de Daniel O’Connell de fundo, Dublin

Visitar Dublin não estava, de todo, nos planos. Não que eu não quisesse (para mim o que importa é viajar, seja para onde for), mas nunca tinha pensado nisso até ver na televisão um anúncio da Ryanair. Comecei a ver as promoções que tinham (estavamos em época natalícia de 2017) e a que mais me chamou a atenção foi Dublin. Comprei a viagem por 40,00€ e foi aí que tudo começou. Já há algum tempo que dizia que queria comemorar o meu aniversário fora (da cidade, ou melhor ainda, do país) e assim foi.

Dia 17 de Janeiro de 2018, cheguei a Dublin bem cedo. Ainda no aeroporto, foi-nos aconselhado a comprar o passe do Hop On, Hop Off DoDublin, que nos permitiria circular os três dias na cidade à vontade, podendo subir e descer do conhecido autocarro verde, em qualquer paragem, em qualquer altura e as vezes necessárias. No entanto, este autocarro não parte do aeroporto e, por isso, tivemos de pagar um bilhete único num autocarro que nos levou do aeroporto até ao Hostel.

Continue Reading