Arigato: o Sushi de Sempre!

Quase todos os dias me apetece comer sushi.
Na verdade, se pudesse, comia sushi todos os dias e duvido que alguma vez me enjoasse.
Na semana passada, mais uma vez, queria comer sushi. Pelos menos de quinze em quinze dias costumamos ir a algum restaurante de comida japonesa, que eu tanto adoro.
Nesse dia, decidimos ir ao Arigato. O Arigato é talvez o restaurante de comida japonesa que mais visito. Primeiro: porque o André não gosta de sushi; segundo: o peixe é maravilho e fresco; terceiro: é perto e aproveitamos, quase sempre, para depois de jantar darmos uma volta pelo Parque das Nações, em jeito de desmoer o sushi que se comeu a mais!

O Arigato conta com duas modalidades. Ao almoço funciona em modo Buffet, onde pagamos 15,90€ por pessoa, em dias úteis, ou 16,90€ ao fim de semana. No buffet podemos servir-nos à descrição, temos várias entradas, várias peças de sushi e sobremesas à disposição. Ao jantar, o Arigato  funciona em modo Rodízio de Degustação ou à Carta.

Normalmente vamos ao jantar. O André come sempre Yokisoba de Camarão, isto é, noodles. E eu aproveito o Rodízio de Degustação, por 23,90€ por pessoa.

Combinado de Sushi

O Rodízio de Degustação conta com um combinado inicial, onde nos é servido um prato com algumas peças básicas de sushi. Podemos ainda pedir algumas entradas incluídas no Rodízio: Sopa Miso, Guyosas de Frango, Yokisoba de camarão, frango ou vegetais; Tempura de camarão, frango ou vegetais; e ainda Temaki de salmão ou salmão e philadelfia.

Costumo pedir as Guyosas, que vêm acompanhadas com uma Salada de Rúcula; o Temaki de Salmão com Philadelfia (que nunca pode faltar!), e o então combinado de sushi.

O Rodízio de Degustação do Arigato passa por, depois do combinado de sushi inicial vir para a mesa, os funcionários vão passando pelas várias mesas, com uma travessa de uma peça de sushi específca, onde podemos escolher se a queremos ou não no nosso combinado. Se sim, colocam, no nosso prato do combinado inicial, o número de peças que queremos. Se não, evitamos o desperdício. As peças vão sempre passando e temos sempre possibilidade de pedir novamente uma peça específica que já tenha passado.

Temaki de Salmão e Philadelfia

As minhas peças preferidas de sushi são o Temaki de Salmão com Philadelfia, o Gunkan de Salmão e o Black Maki, uma peça de sushi feita de arroz com tinta de choco, Salmão e Philadelfia. Esta peça, apenas e só a encontrei no Arigato, o que  faz com que o Arigato esteja entre os meus restaurantes de sushi preferidos.

O André, como não gosta de sushi, come sempre Yokisoba de Camarão. Desenganem-se se pensam que para ele é um sacríficio, porque ele adora aqueles noodles.

Numa das visitas ao Arigato, pedi uma bebida de copo (já não me lembro qual) e surpreendi-me ao ver que eliminaram as palhinhas de plástico e agora apenas servem palhinhas comestíveis. É ou não é mais uma boa razão para ir ao Arigato?

Para quem não me conhece, eu sou bastante atenta à reciclagem e ao uso do plástico e, por isso, para mim é um ponto bastante positivo. Na minha lancheira, tenho sempre uma palhinha de aluminio, lavavél e reutilizável, para evitar sempre as de plástico.

Bebidas com Palhinhas Comestíveis

Todos os funcionários do Arigato são de uma extrema simpatia. O espaço é super bonito e bem decorado. Dispõem de muitas mesas, quer no interior, quer na esplanada. A comida é, toda ela, maravilhosa. A sangria de frutos vermelhos é super saborosa e acompanha muito bem qualquer refeição.

Para quem frequenta ou tenciona frequentar este restaurante, o Arigato tem um cartão cliente que nos dá, a cada 50€ gastos, um vale de 5€. Se duas pessoas visitarem o Arigato na modalidade de rodízio, facilmente adquirem um vale de 5€ para usar na próxima visita.

Para isso, basta se inscreverem no site do Arigato e sempre que visitarem qualquer restaurante desta cadeia, darem o vosso número de telemóvel aquando pedirem a conta.

Os preços do Arigato são um pouco mais elevados do que os da maioria das casas de sushi, mas garanto-vos que vale bem a pena, pelos menos para uma visita de vez em quando. Lá podemos comer as peças que quisermos, sem desperdiçar, e sem sermos obrigados a comer peças que não queremos.

Yokisoba de Camarão

Aconselho-vos, assim, a visitarem o Arigato e a deliciarem-se com o sushi fresquinho que nos oferecem, quer ao almoço quer ao jantar.

Eu adoro. E por aí? Alguém já visitou o Arigato?

Euzinha Feliz

Beijinhos,

Rita.

Comentar

  Subscrever  
Notify of