Basílio: um lanche delisioso

Já todos nós ouvimos falar do Nicolau e, arriscaria até dizer, que já todos ouvimos falar da Amélia – a sua namorada.
Pois bem, eu visitei pela primeira vez, não o Nicolau, não a sua namorada – Amélia, mas o sim o seu primo Basílio.
Ou seja, o Basílio foi o primeiro espaço do grupo que visitei.
Situado na Rua dos Bacalhoeiros, em Lisboa, o Basílio é um espaço bonito, cheio de plantas, mesas de pedra mármore e mosaicos com padrões distintos.

Continue Reading

Lisbon Under Stars: um espectáculo imersivo

Todos nós achamos chato estar constantemente a receber newsletter, disto e daquilo, na caixa de e-mail. Mas foi graças a uma newsletter da Odisseias que descobri o espectáculo Lisbon Under Stars.
Achei que poderia ser um espectáculo diferente, mas confesso que o que mais me chamou à atenção foi o local escolhido para o fazer: as ruínas da Igreja do Carmo. 

Continue Reading

Eat Tasty: um saboroso serviço de entregas

Hoje fui surpreendida, no trabalho, com um email que informava que a Eat Tasty estava na recepção a entregar refeições.
Não conhecia a Eat Tasty e decidi aproveitar a oferta para provar.
Tinham várias opções de ementa, entre elas: Duo de Empadas (uma empada de polvo e espinafres e outra de Camarão e milho, acompanhadas de batata assada); Chau Min de Carne de Vaca, Arroz de Grelhos com Almôndegas de Alheira; Foccacia, entre outros.

Continue Reading

Rota 94: uma apetitosa descoberta

Na semana passada, tínhamos um jantar de sushi combinado com amigos. Como sabem, o André não gosta de sushi e achei que o deveria compensar por todas as vezes que ele come Yakisobas (Noddles), para que eu me delicie a comer sushi. Então… sondei os amigos para saber que restaurantes serveriam boa picanha (que ele adora) e deram-me duas sugestões: a Picanharia, em Massamá, e a Rota 94, em São Marcos, no Cacém.

Continue Reading

Setúbal: um passeio pela Arrábida

Fim de semana é sinónimo de passeio. No meu caso – Domingo-, uma vez que é o meu único dia de folga.

Exposição de Golfinhos, Setúbal

Assim, no passado domingo, dia 18 de Agosto, decidimos fazer uma tour pela Arrábida e tentar explorar alguns locais que fomos vendo nas redes sociais e tínhamos curiosidade em visitar.

Foi um dia muito bem passado. E por isso, decidi compilar todos os locais visitados e pela ordem mais fácil. Para que não andem, como nós, de trás para a frente, vezes sem conta. AHAHAH

Estacionámos em Setúbal, para almoçarmos o típico Choco Frito. Queríamos ir ao Restaurante Santiago – O Rei do Choco Frito, mas encontrava-se encerrado. Tentámos ir à Tasca da Fatinha, que já contava com uma fila de espera enorme. São os dois restaurantes que conhecemos e gostamos de frequentar. Mas acabámos por ir ao Sabores do Rio e não aconselho, de todo!

Continue Reading

Dublin: uma viagem à Irlanda #3

Spire of Dublin

Dia 19 de Janeiro, terceiro dia em Dublin.

Mais uma vez fomos a pé até à O’Connell Street e percorremos a rua de um lado ao outro, passando pelo Spire of Dublin, um monumento alto, em forma de agulha, com cento e vinte metros de altura. Encontra-se no mesmo local onde outrora existiu um monumento dedicado a Lord Nelson, conhecido como Nelson’s Pillar.

De seguida fomos, de Hop On, Hop Off, até ao Parque Merrion Square, um jardim mais pequeno do que o St. Stephen’s Green, mas igualmente bonito.

Este jardim conta com algumas estátuas, incluindo a de Oscar Wilde, um influente escritor, poeta e dramaturgo britânico, de origem irlandesa. Inicialmente este jardim servia apenas os vizinhos da rua, sendo um jardim privado. Apenas em 1974, se tornou público, com a cedência do terreno à cidade, pelo Arcebispo Dermot Ryan. Hoje em dia, é um jardim aberto a todas as pessoas, onde podemos passear, fazer piqueniques e desfrutar de momentos ao ar livre.

Estátua de Oscar Wilde
Continue Reading

Dublin: uma viagem à Irlanda #2

O’Connell Brigde, Dublin

O segundo dia em Dublin começou cedo. Acordámos, tomámos o pequeno-almoço no hostel – que estava incluído -, enchemos os copos reutilizáveis da Starbucks de chá, para aquecermos as mãos e seguimos caminho.

Dublin Docklands

Fomos a pé até à O’Connell Street e lá apanhámos o Hop On, Hop Off.  Saímos na paragem da Dublin Docklands, seguindo depois novamente a pé até ao The Convention Centre Dublin.

The Convention Centre Dublin
Samuel Beckett Brigde
Continue Reading